[FL Studio] Tutorial básico completo de criação de musica

(em reforma)

Introdução

Este é um tutorial de como criar músicas utilizando FL Studio (Fruity Loops Studio) para iniciantes, mas com objetivo de completo com tudo o que você precisa para começar.

Infelizmente há poucos bons tutoriais por aí, e muita gente procura — este já foi visualizado quase 100 mil vezes e está há anos no topo do Google para a palavra-chave "tutorial fl studio" entre os tutoriais de escrita (teve até caso de pessoa que conheço pessoalmente que aprendeu comigo sem saber que era eu) —, portanto eu ando revisando a qualidade do ensino e pretendo trazer mais tutoriais de música aqui para o site.


Me apresentando

Claro, é importante antes conhecer a pessoa com quem você está aprendendo a fazer algo.

Tenho atualmente 22 anos (2018), nome artístico "Djjr" e crio música há 10 anos.
É claro que não são 10 anos de experiência pois em praticamente todo esse tempo só estive brincando de cortar sons num Windows 98 sem internet e nunca dei foco nisso (sempre levei como hobby), mas posso dizer que tenho um bom tempo de experiência para apresentar um bom tutorial, mesmo que longe de ser um guru de algo.

Se você quer ouvir tudo o que passei para chegar até aqui, assista este vídeo de quase 1 hora de músicas ruins. Na real, o vídeo é muito inspirador, demonstra na prática que tudo começa mal e com o tempo vai evoluindo.

Minhas músicas



Eu geralmente produzo EDM (Electronic Dance Music), como dubstep, funstep, drumstep, brostep etc etc.

É claro, quando você aprender como usar o FL Studio, você pode criar literalmente qualquer tipo de música. Se você quer criar uma batida de rap, trap ou até mesmo produzir numa banda, ou criar jingles... Quem criará a música é você, eu só te direi o caminho.



Aprenda como criar música

Bem vindo ao estúdio!

Fruity Loops Studio

O FL Studio é um dos melhores e mais utilizados programas/aplicativos/softwares do mundo para a criação de musicas (chamados de "DAW"). Ou seja, várias músicas que você ouve foram criadas nele, e você tem ele aí nas suas mãos!

Este software já passou por 20 anos de produção e atualmente (2018) está em sua 12° versão.

Este é um tutorial de FL Studio 11, no entanto, FL Studio 12, 10, 9 ou até mesmo 13... 20, geralmente são todos muito parecidos.
Ou seja, este tutorial lhe serve também para outras versões do FL Studio, mesmo que há diferenças na interface, ele sempre segue o mesmo padrão.

Por que eu uso FL Studio 11 e não os novos?

Pois o tipo de música que crio requer muito uso de CPU e meu PC não é tão bom (i3 3250 3,5 GHz, sim, músicas complexas precisam de mais que isso). Portanto eu prefiro o FL 11 por ser muito mais leve que o 12 e mais novos.

FL Studio é uma simplificação (e digitalização) do processo de criação de música em estúdio, como você pode ver neste pequeno exemplo, o mixer:

(a imagem comparativa é do FL Studio 11)


Como é uma música criada no FL Studio?

Este é o Rogue, um produtor de EDM incrível e também humilde. Abaixo ele demonstrou como foi a criação da música Rogue - Daybreak.


É interessante você ter uma visão prévia de como é a visão de uma música no FL Studio antes de começar a trabalhar. Isso evita que você se perda ou não saiba se organizar.

Você pode ver e até mesmo editar músicas completas: Vá em File > Open e procure pela pasta "Cool Stuff" (ou algo do tipo; pode mudar a cada versão) para ver exemplos de músicas profissionais criadas no FL Studio, e assim você ter o projeto delas em mãos para aprender brincando.
Mas na verdade assim você só terá algumas noções práticas, para aprender de verdade, precisamos de um tutorial!


Sequência de sons (step sequencer)

Vamos direto ao ponto: Criar a nossa primeira batida.

Lembre-se que as imagens podem estar diferentes caso você use outra versão do FL Studio. Mas geralmente é semelhante.

Mas antes, saiba que aqui sempre há muita informação pipocando, seja avisos ou descrições de coisas onde você passa o mouse em cima (pode lhe ajudar muito):

O "Step Sequencer" é esta janelinha abaixo onde sempre fica na tela do programa. 
Você pode abri-la inclusive apertando F6 ou indo neste botão:

Lembre-se que ao passar o mouse pelos botões aparece o nome das coisas no visor que eu citei logo acima. Isso te ajuda caso você se perder no tutorial.

O Step Sequencer é um criador de sequências por passos (steps), onde lá você coloca os sons e cria as sequências para este som tocar. A sequência criada ficará armazenada na atual "Pattern" selecionada (veja no topo da janelinha).

Ele é também usado para a criação de "Score" (notas) com um "Piano Roll", que é literalmente um piano pré-programado com as notas que você coloca.

Originalmente você tem o som de Kick, Clap, Hat e Snare.
É muito importante saber o nome dos sons para ajudar na hora de procurá-los, tanto dentro do FL Studio quanto ao baixar novos sons na web.

Aqui uma pequena lista que pode te ajudar principalmente aos sons de bateria:
  • kick - Bumbo da bateria;
  • clap - Palmada de mão;
  • hat - Prato da bateria batendo de leve (para acompanhamento);
  • snare - Surdo da bateria;
  • tom - Tom da bateria;
  • crash - Prato da bateria batendo forte;
  • shaker - Chocalho;
  • synth - Sintético (eletrônico);
Com o tempo você aprenderá mais.

No seu Step Sequencer, acima tem o nome "Pattern 1", clique no "+" do lado para adicionar uma Pattern.
Em seguida você coloca algum nome. Por exemplo "Bateria1"

Onde você tem os sons de Kick, Clap etc, veja que há uma luzinha verde, quer dizer que você está selecionado aquele tal som.
Bata clicar nas outras luzinhas apagadas para selecionar os outros sons.

Na parte de cima do FL Studio, verifique se esta caixinha está marcada:
É chamada em inglês de "Typing keyboard to piano keyboard".

Agora você tem um piano em seu teclado!

Experimente pressionar a tecla Q, você ouvirá o som atualmente selecionado (no exemplo acima, o Kick da bateria).
Você pode pressionar outras teclas do teclado imaginando um piano real: A tecla Q é o dó (ou seja, C5 no padrão americano), sendo assim a tecla W é o ré (D5), e até mesmo a tecla 2 é o dó sustenido (C#5). Assim você também tem a C6 na tecla I e C4 na tecla Z.

No entanto lembre-se que a tecla Q é basicamente o som original. Se o tal som original está em ré, o Q será o ré e não o dó! Consequentemente o W será o mi etc.
  

Criando uma sequência de sons

Hora da diversão:

Na frente do Kick, Clap etc, temos os Steps, que são os botões onde você liga eles para criar um loop (Loop = Laço, basicamente uma "repetição").

Por exemplo: Vá clicando com o botão esquerdo do mouse nos steps, eles irão acender; com o botão direito do mouse eles vão apagar.

Preste atenção nas cores dos steps, a cada mudança de cor indica uma batida da BPM, uma coisa que por algum motivo iniciantes sentem tanta dificuldade, mas é super simples.
Por exemplo uma sequência de bateria de Kick Clap, (o básico, Tic Tac).
Na parte de cima do FL Studio, temos Play e Stop:
Do lado esquerdo tem "PAT" e "SONG", onde você escolhe onde dar play: Na Pattern (na sua atual sequencia de sons que está selecionada), ou na sua musica (Song). No FL Studio 12 é um ícone de setas, onde aceso quer dizer "na Pattern".

Deixe em "PAT" (ícone aceso, no FL Studio 12) e dê play para ouvir a sua sequência de bateria.
Como pode se ver, é a batida básica de bateria, um ritmo simples de "tic tac".

Agora experimente configurar assim (preste bem atenção onde os botões estão ligados):
Quando você der play, é claro, não ficou um ritmo tão legal, não deve ser o que você quer, ficou uma coisa muito quebrada por não ter seguido a beat corretamente.

Brinque um pouco para treinar a criação das sequências. Como por exemplo abaixo você tem um ritmo famoso usado tanto no drumstep quanto no funk carioca:
Aqui em cima você tem por padrão um 130 (ou pode mudar dependente da versão do seu FLS).
É aí que você seleciona quantas BPMs (Batidas Por Minuto) sua música terá, basta segurar e arrastar o mouse para cima e para baixo.

O número é livre, mas não tanto, vários gêneros de música seguem regras rigorosas sobre qual BPM usar, como é o caso do gênero "110 BPM", ou seja, o gênero da música é a velocidade dela! (também chamado de "Glitch Hop").

É recomendado você seguir os BPMs do gênero que você está fazendo, como por exemplo você deseja criar beats de rap, 130 BPM é rápido demais para isso, o correto é um ritmo lento como 70, 80 ou 90 BPM.

Eu dei uma pesquisada e criei uma lista de BPMs comuns de cada gênero de música:

-- Brasileiras:
Funk brasileiro          = geralmente 130 BPM
Rap brasileiro           = geralmente 80 BPM
Sertanejo universitário  = geralmente 132 BPM
; (podem estar erradas, quase não ouço e pesquisei pouco)
;
-- Eletronicas:
House, Electro     = quase sempre 128 BPM  (118-135 BPM)
EDM (Dubstep etc)  = quase sempre 140 BPM, as vezes 128, 174 e 110
Trap               = quase sempre 140 BPM, as vezes 190
Drum N' Bass       = geralmente 174 BPM (160-180 BPM)
Glitch Hop         = 110 BPM
Techno/Trance      = 120-150 BPM
Hard House         = 145-150 BPM
;
-- Outros gêneros:
Hip-Hop/Rap   = 80-115 BPM
Rock/Metal    = 90-120 BPM (pode variar MUITO)
Pop/R&B       = geralmente 128 BPM
Dub/Reggae    = 60-90 BPM, as vezes 110 e 120

Trocar os sons

Na lista na esquerda (Browser), abra o "Packs" e navegue pelas pastas procurando arquivos de sons, como wav etc.
— caso não há o Browser do lado, basta pressionar F8

Imagino que neste momento você recentemente baixou o FL Studio e tem somente os sons originais dele, pode continuar por enquanto só com eles, mas depois de aprender os básicos é recomendado você buscar baixar pelo menos packs de sons de bateria.
Para procurar por tais coisas basta procurar por packs de samples, ou seja, por exemplo "free sample pack drum" você pode encontrar bastante coisa no Google.

Se quiser, para começar, baixe um pack grátis de 99 sons de bateria. Para instalar os sons que você baixa basta ir na pasta "Data\Patches\Packs" do seu FLS. No meu caso, é: "C:\Program Files\Image-Line\FL Studio 11\Data\Patches\Packs". Crie uma nova pasta aí como você quiser, e coloque os sons lá dentro. Basta usar o Browser lateral do FL Studio para encontrar os sons que você instalou, que estarão dentro da pasta "Packs".

É claro, é opcional. Também podemos continuar com os sons originais do FL Studio neste tutorial.

Por exemplo, vamos trocar o nosso som de Kick.
Basta segurar e arrastar o som para a janela do step sequencer, assim substituindo o som anterior pelo novo. (drag & drop)
Não há mistérios, você pode substituir qualquer som por qualquer outro fazendo isso, e até mesmo adicionar novos sons simplesmente arrastando o som para algum espaço vazio dentro do step sequencer.

Você também pode aumentar o tamanho da sequência de sons segurando o quadrado ali no canto e arrastando o mouse para cima. Como pode se ver, configurei para 8 batidas:

Você praticamente nunca usará números ímpares, tanto que nem faz muito sentido devido a quebra da frase. Portanto aumente para 8 ou 16 e já está ótimo (o padrão é 4). Usar mais do que 16 pode ser exagero, é melhor você tirar um clone da pattern e editar o clone e assim usar as duas uma seguida da outra, em breve você entenderá melhor.

Você também pode criar filtros (grupos) para organizar os seus sons na step sequencer clicando com o botão direito do mouse ali embaixo.
Isso funciona como se fosse pastas; filtros de pesquisa.

Erros comuns sobre step sequencer e patterns

Geralmente as pessoas confundem em entender a diferença entre isso. O Step Sequencer é a janela onde você tem os sons do projeto da sua música, já a Pattern é uma sequencia de sons que você criou pelo Step Sequencer.

Os sons/samples do step sequencer não estão interligados em sua pattern!
Se você adicionar ou deletar algum som/sample/vst do step sequencer, ele será deletado totalmente do projeto da sua música e não da sua pattern! Ou seja, não deletará este som desta pattern, mas sim também de todas as outras, de fato, do projeto inteiro.

Não crie patterns completas demais!
Outro erro comum é as pessoas adicionarem a bateria junto aos sons de melodia etc. Isso é um erro, patterns foram feitas para guardar pequenas partes de alguns sons, como uma pattern com uma bateria, a outra pattern levando um som, outra com outro som etc.

Você possivelmente ainda está viajando nisso pois ainda não chegamos na hora de criar a "Playlist" (de fato, a sua música). Logo você pegará todo o jeito da coisa.


Importar Plugins / VST

Antes de dar continuidade, vamos entender sobre o uso de plugins.

Para você adicionar um plugin no seu step sequencer há vários métodos (até mesmo usando o Browser do lado esquerdo), o básico é indo no topo em Channels > Add one:
Ou caso já ter algum canal de som no step sequencer, ir com o botão direito nele e em Insert (para inserir) ou Replace (para substituir).
Não só adicionar plugins no FL Studio, mas também há outras utilidades.

Bem, você verá uma lista com vários plugins de geradores de sons (chamados de VSTi, onde o "i" do final é de "instrument"). Por exemplo o Harmor, que é um sintetizador de áudio:
Você pode brincar com a interface e aprender na prática. Experimente!
Lembre-se de usar o teclado (Q etc) para ouvir o som.

Aqui você tem uma lista de Presets (pre-settings, ou seja, configurações prontas):
Ou pelas setinhas:
Experimente outros presets e pratique um pouco.
A primeira vez que o usei achei muito divertido e criei algumas músicas (meio exageradas, mas ainda legais).

Outros VSTs são iguais, feche o Harmor e experimente outros!

Note que fechar o Harmor não fará o som parar de funcionar, é claro. De fato é recomendado você deixar as janelas sempre fechadas para economizar uso de RAM e CPU em músicas muito pesadas.

E sobre baixar novos plugins? É claro que você pode!
Procure downloads de VST (efeitos) ou VSTi (instrumentos) para baixar. Siga as instruções de instalação (normalmente é só um arquivo .dll na sua pasta de VSTs, ou virá algum instalador).


Playlist

Finalmente vamos aprender a realmente criar uma música!

Tendo a nossa pattern, vamos adicioná-la à "Playlist".
O nome pode ser um pouco confuso, mas você entenderá o sentido.

O que estamos falando é desta janela aqui:

Para abrir, basta ir no botão abaixo, ou pressionar F5:
Experimente clicar em qualquer área — adicionará a sua atual pattern.
Caso não adicionar, deve ser porque você não está sem pattern selecionada. Tente re-selecioná-la no step sequencer. Ou pressionar neste número (preferencialmente com o botão direito):
No exemplo acima eu adicionei duas patterns "bateria1", uma em seguida da outra.

Experimente dar play: No mesmo local onde se dá play na pattern, agora selecione para dar play na música ("SONG" no FL Studio 11, ou desative o botão de setas no FL Studio 12 — ambos próximos do botão de Play).


Pratique os comandos da playlist


Você pode clicar e mover suas patterns com o botão esquerdo, enquanto com o botão direito você apaga elas da playlist.

Quando você clica em cima de alguma pattern com o botão esquerdo, selecionará a tal pattern para em seguida clicar em outro lugar para adicioná-la (sim, você entendeu, é como se fosse um Ctrl+C, Ctrl+V).

Segure Ctrl e mova o scroll (a rodinha) do mouse para dar zoom. Perceba que é possível também "andar" fazendo isso, basta dar zoom out-in em diferentes locais da playlist — ou simplesmente usar a scrollbar da janela.

Também segurando Ctrl, mas segurando o botão esquerdo do mouse criará uma zona de seleção, assim você seleciona as patterns para poder usar os comandos básicos, como copiar/colar, mover, apagar etc.

Ao clicar bom o botão direito (sem arrastar) em qualquer parte vazia da playlist, a seleção será removida.

Segurando Alt você redimensiona a altura de cada Track (cada faixa da playlist).

Ao clicar duas vezes na sua pattern o step sequencer abre para você editá-la. Algo muito básico e usado.

Clicando e arrastando o canto de uma pattern irá alterar o tempo inicial/final — algo que você fará muito! Experimente.

Outra coisa muito comum é clicar duas vezes na área de cima da pattern e arrastar o mouse para criar uma seleção de área de trabalho:
Isso quer dizer que agora quando você dar play na música (na playlist, mais especificamente) o cursor ficará repetindo (loop) aquela parte. Isso é extremamente usado enquanto você está criando/editando sua música e quer ver o resultado em tempo real, basta selecionar a parte onde você está trabalhando para ficar ouvindo em repetição!


E pratique também as ferramentas logo acima da playlist:
muita coisa para ver aí.

O que você mais usará é o lápis. Ele coloca patterns em qualquer lugar que clicar, sem limites.

O pincel é semelhante, mas você pode arrastar e colocar várias uma em seguida da outra. Note que clicar com o pincel sem espaço necessário não adicionará a pattern.

Experimente também as outras. Outra muito utilizada é a faca (Slice), onde você corta as patterns.


E por fim, algo extremamente importante:
Na parte de cima você encontra isto. É o "Snap", ou seja, um ímã.
Em outras palavras, o ímã é basicamente a precisão de posição dentro de uma batida. Experimente selecionar diferentes números e arrastar patterns, você entenderá rapidamente no que isto é útil!

É importante usar ímã para as suas patterns, sons etc ficarem nas posições corretas — alinhadas com as beats; barras verticais indicando o BPM — para o ritmo não se quebrar.
Normalmente você usará "Step", "1/2 Step" ou "1/4 Step".

Criando mais patterns

Volte no step sequencer.
Crie uma nova pattern. Você também pode querer criar uma cópia de sua pattern clicando no nome dela e depois indo em "Clone".

Eu criei um clone e agora tenho uma nova pattern chamada "bateria1 #2" (fail!) e agora posso editá-la sem alterar a pattern antiga.
Basta adicionar esta nova pattern também para ter uma nova variação de bateria!


Clipes de áudio (audioclips) e Channel settings

Só é possível adicionar sons por patterns? NÃO!
Você também pode adicionar sons direto na playlist. Eles serão sons independentes chamados "Audioclip".

Não há mistério, basta arrastar algum som do browser para a playlist — de fato, você pode arrastar sons de qualquer lugar, não só do browser, até mesmo da área de trabalho do PC.
Está meio alto, quero mudar o volume.
Basta clicar duas vezes em cima do audioclip para abrir o "Channel settings":
Novamente há muita coisa aí para experimentar. Devido a este tutorial ser focado nos básicos, não explicarei cada ponto aí (de fato, você não usará tantos comandos). Recomendo que você experimente!

Os básicos que é importante você saber, pois provavelmente serão os que você mais usará:
VOL — no topo, obviamente, o volume!
PAN — que é o lado estéreo do som.
PITCH — agudo/grave
TIME — tempo (atenção ao "Resample" ao lado! É o modo de "esticar" o som. Em "Resample" o pitch do som será alterado com o tempo. Recomendo outro, como "Pro default" para alterar o tempo sem alterar o som).

Clicando bom o botão esquerdo no desenho da onda do som faz ele tocar. Com o botão direito e em "Edit" abrirá um editor de som, onde você pode fazer diversas coisas, como cortar.




ACIMA, O TUTORIAL REVISADO EM 12/06/18


ABAIXO, O TUTORIAL ESCRITO EM 2013
Em breve abaixo também será reescrito para melhor qualidade de texto.



O MIXER



O mixer controla os efeitos de sons do canais de audio, por exemplo, adicionar eco etc... qualquer coisa msm
VERMELHO - Onde vc seleciona um tal som linkado no mixer (clicando nos inserts)
AMARELO - Volume, pan (posição do estereo), botoes de linkar um insert ao outro etc, coisas mais avançadas
VERDE - Onde vc coloca os efeitos, clicando na setinha do lado de algum tal numero vc abre um menu suspenso com os efeitos disponiveis para o tal som selecionado no vermelho
CIANO - Coisas avançadas como modulação X Y Z, a posição 3d etc...

Para linkar um canal de audio no mixer?
Simplesmente abrindo as configurações de algum canal de audio (channel settings) e clicando em Assign Free Mixer Track no menu suspenso do topo
Depois de assignar/linkar o audio para o mixer, vc pode clicar no insert q o tal audio foi inserido e clicar na lateral para adicionar algum efeito de som
Por exemplo: Assigna ao mixer o som do "clap" ou qualquer outro som da sua musica, nos efeitos (area verde) clique numa setinha pra baixo em qualquer numero para abrir o menu, selecione Fruity Reeverb  mova os parametros para ver o efeito de eco q dah, lembre-se de sempre usar a tecla Q para ouvir o som
Eh simplesmente isso, vc tbm pode por exemplo, selecionar o som de kick (lembra? clicando pra acender a luzinha lah no step sequencer) ...depois clicar com o botao direito do mouse em algum insert por exemplo no insert do seu clap, e vá em "link selected channels" e clica em "to this track" ...pronto, seu kick agr tem o msm eco e quaisquer outros efeitos do seu clap!

CLIPS DE AUTOMAÇÕES


Parabens, vc jah aprendeu basicamente tudo do FL Studio, mas nao pode deixar de aprender os clipes de automações, isso ajuda, E MUITO a colocar oq vc tem na cabeça dentro do seu FL Studio Os clipes de automações movem as automações (os parametros) ...eh usado geralmente por "Envelopes"... Por todo o FL Studio, em todos os plugins etc, vc tem automações (as rodinhas ou qualquer outra coisa para editar um tal efeito/som) ao vc tocar o som e mover a tal rodinha (a automação) o som muda certo? vc pode fazer isso automaticamente na sua playlist ao tocar a musica
Aqui temos uma automação certo? esta automação eh o "volume" do mix do efeito do reeverb, eh a "potencia" do tal efeito, deixando no maximo o efeito fica original, abaixando a automação ele diminui... ok
Clicamos com o botao direito do mouse encima e vamos em Create Automation Clip
(eu fui continuar o tutorial e perdi a "musica" q eu estava fazendo de exemplo no inicio kk fiz outras sequencias)
Taram, temos uma linha (um ENVELOPE)... esta linha controla aquela automação (controla a potencia do efeito de eco do clap e kick no mixer) passando mouse sobre ela vc verá bolinhas dos lados, e bem no meio terá um circulo, clicando na bolinha vc pode mover ela pra cima e baixo... faça isso por exemplo:
Deh play na sua musica, vc ouvirá o efeito de eco diminuindo ao passar das batidas...
Agr experimente agr ir no mixer e adicionar o efeito "Fruity Free Filter" (adoro ele, mas experimente usar o Love Philter, eh mais avançado e tem uns efeitos fodas)
Coloque a frequencia (Freq) no 400 mais ou menos... e crie um clipe de automação clicando com o botao direito na frequencia!
Tomando cuidado com a primeira bolinha (a q indica os 400 hz de frequencia antes adicionado), puxe a ultima bolinha pra cima deixando assim:
Pronto, agr temos o som do eco abaixando e a frequencia do audio aumentando, ouça o efeito lindo q dará!
Os "envelopes" sao muito usados no FL Studio, as linhas do envelope vc pode editar criando bolinhas por ela clicando com o botao direito do mouseclicando e arrastando com o botao esquerdocriando ondas clicando nos circulos no meio de duas bolinhas, e clicando com o botao direito encima de alguma bolinha vc irá abrir um menu para deletar ela, trocar a onda q o tal "circulo" faz quando mover ele, copiar e colar valores (muito importante!) etc... ao mover as bolinhas, sempre veja no display na parte de cima (aquele lah q eu falei bem antes msm de iniciar o tutorial) as % delas para quando mover outras vc poder ter comparações etc de uma bolinha com outra
Crie as linhas como vc bem entender, use a imaginação, lembrando q TODAS as automações vc pode fazer isso, sabendo usar isso vc nao terá mais limites, poderá criar oq bem entender


EXPORTANDO



Salvando sua musica, vc estará salvando o projeto dela (.flp) para vc poder abrir denovo e continuar a editar...
Para exportar pra .mp3 ou qualquer outra extensão, vc tem q clicar em File > Export > mp3
Sempre tente exportar pra 320 kbs/s para sua musica ficar em qualidade maxima
Cuidado tbm noq for exportar, sempre olhe se vc está exportando o "Song" (a musica) e nao "Pattern" ou "Selection" (a seleção q vc fez)



Este eh o tutorial completíssimo do FL Studio, com tudo oq vc precisa para conseguir jah saindo criando musicas, alem disso doq está aqui pouco importa

Podem postar isso em seu site/blog/forum a vontade, MAS DEIXE OS CREDITOS!

TUTORIAL CRIADO POR JUNIOR_DJJR (DJJR)

Related Posts

[FL Studio] Tutorial básico completo de criação de musica
4/ 5
Oleh
Receba novos posts por e-mail

Sem saco para entrar no blog em busca de novas postagens? Receba notificação por e-mail